A Cidade

  • • Lei dos Sexagenários (1885)

    Lei dos Sexagenários (1885)

    Lei dos Sexagenários, promulgada em 1885, ue garantia liberdade aos escravos com 60] anos de idade ou mais, cabendo aos proprietários de escravos indenização. A indenização deveria ser paga pelo liberto, sendo, portanto, obrigado a prestar serviços ao seu ex-senhor por  Os proprietários de escravos, inconformados, ainda tentaram anular a libertação, mas as zonas recentemente desbravadas do oeste paulista se revelavam mais dispostas à emancipação total dos escravos: ricas e prósperas, já exerciam grande atração sobre os imigrantes, mais bem preparadas para o regime de trabalho assalariado; por outro lado, os escravizados fugiam das fazendas, buscando a liberdade nas cidades. A campanha abolicionista misturou-se à campanha republicana, forçando o advendo da “Lei Áurea” que, assinada em 13 de maio de 1888 pela Princesa Isabel, finalmente extingüiu a escravidão no Brasil.

    Leia Mais >>
  • • Lei Áurea (1888)

    Lei Áurea (1888)

    Lei Áurea, em 13 de maio de 1888 a Princesa Isabel (filha do Imperador D. Pedro II) assinou esta lei,  amplamente apoiada pela maçonaria do Brasil, extinguindo a escravidão no Brasil.

     

    Leia Mais >>
  • Algumas reflexões

    Algumas reflexões sinalizam que o fim da escravatura não melhorou a condição social e econômica dos ex-escravos pois sem formação escolar ou uma profissão definida, para a maioria deles a simples emancipação jurídica não mudou sua condição subalterna nem ajudou a promover sua cidadania ou ascensão social. A Lei Áurea que se estuda na escola primária é o da doação da liberdade; entretanto, os militantes do atual Movimento Negro no Brasil evocam um outro 13 de Maio, que seria o do golpe branco contra o avanço da população negra, minoria oprimida. Num outro enfoque, o 13 de Maio é visto como conquista popular, no qual se devem centrar os debates modernos, que encarem o problema negro como problema nacional. 

     

    Leia Mais >>
  • Réveillon (31 de Dezembro)

    Réveillon, uma palavra francesa que designa a virada de uma noite longa, uma derivação do verbo francês réveiller, que significa "despertar" para um novo ano que está começando. 

    Leia Mais >>
  • Natal (25 de Dezembro)

    Natal, um dia santificado cristão celebrando o nascimento de Jesus, o "Filho de Deus", uma data central das festas de fim de ano e da temporada de férias comemorada com a troca de presentes e cartões, a Ceia de Natal, músicas natalinas, festas de igreja, uma refeição especial e árvores de Natal, pisca-piscas, guirlandas e presépios. ... E tudo isto sob a magia da presença de Papai Noel, uma figura associada aos presentes das crianças.
    Leia Mais >>
  • Praça Mal Deodoro da Fonseca

    Praça Mal Deodoro da Fonseca, na área ao lado da Praça Paris onde existe o monumento a Deodoro da Fonseca, é contada a história da Proclamação da República do Brasil (1889) e os fatos subsequentes: Governo Provisório de 1889-1891, Constituição de 1891, 1º Governo Constitucional, Fechamento do Congresso, Ditadura de Deodoro, Reação da Marinha e renúncia de Deodoro (1891)

    Leia Mais >>
  • Verão 2019. Início (22 de Dezembro)

    Verão, estação do ano que sucede à Primavera e antecede o Outono e é caracterizado por ser a estação mais quente das quatro estações do ano; devido à incidência mais acentuada dos raios solares, seus dias são mais longos que as noites. 

    Leia Mais >>
  • Dia da Consciência Negra (20 de Novembro)

    Dia da Consciência Negra, relembrando o dia da morte de Zumbi (líder do Quilombo dos Palmares e símbolo de liberdade morto em 1695) é um dia dedicado à reflexão sobre a inserção do negro na sociedade brasileira e sua influência em diversas áreas, como sociologia, política, religião e gastronomia, entre outras. Em "Nossa História contada na Praça Onze", uma praça histórica da cidade do Rio de Janeiro, é lembrado o período sombrio da “Escravidão e o Abolicionismo no Brasil" 

    Leia Mais >>
  • Dia da Bandeira do Brasil (19 de Novembro)

    Dia da Bandeira do Brasil, uma data com cerimônia cívico-militares comemorando este elemento simbólico da construção da identidade nacional brasileira, adotado a partir da instauração do Regime Republicano (15 de novembro de 1889)

    Leia Mais >>
  • Dia de Finados (02 de Novembro)

    Finados, o Dia dos Mortos, um dia de meditação e oração pelos mortos, um dia para relembrar os entes queridos que se foram.

     

    Leia Mais >>

Páginas